Semana especial: Ano letivo 2021 finalizado com emoção e alegria

 

A última semana de aulas do ano de 2021 no Colégio dos Jesuítas, entre os dias 6 e 10 de dezembro, foi repleta de episódios especiais e de despedidas neste período de encerramento do ano letivo. Foram momentos de solidariedade e cuidado com o irmão, fé, devoção e de renovar a esperança para o próximo ano.

 

A quarta-feira (08) foi marcada pelos festejos pelo Dia de Nossa Senhora da Imaculada Conceição, padroeira do Colégio. Durante a tarde, as crianças e os estudantes da Unidade I (turmas do Maternal III ao 2º ano do Ensino Fundamental) e colaboradores dos corpos docente e administrativo participaram de um momento de fé e devoção realizado no ginásio poliesportivo do Colégio.

 

As crianças e os estudantes depositaram flores e outros presentes aos pés da imagem da Imaculada Conceição, que foi conduzida até o altar especialmente posicionado no ginásio.

 

 

O Diretor Acadêmico, Pe. José Robson Silva Sousa, SJ, fez uma oração especial junto a todos os presentes.

 

Durante a noite, uma Celebração Eucarística reuniu os colaboradores do Colégio. Foram celebradas a nova Missão formativa do atual Diretor Acadêmico, Pe. José Robson Silva Sousa, SJ; a nova Missão de gestão estratégica do futuro Diretor Acadêmico, Professor Welerson Spada e a nova Missão de gestão da Professora Josiane de Souza Paiva, como futura Coordenadora da Unidade III.

 

Na missa, o Pe. Robson agradeceu à toda a comunidade educativa pelo carinho e cuidado. Ele também fez seus agradecimentos em nome da Companhia de Jesus e destacou que o seu coração de pastor foi formado na comunidade do Colégio dos Jesuítas.

 

O Diretor Geral, Professor Edelves Rosa Luna, agradeceu ao Pe. Robson pelos seus anos na comunidade e estendeu seus agradecimentos aos colaboradores, que foram qualificados como uma comunidade “vocacionada” em seu trabalho. O Diretor Geral também destacou que 2021 foi um ano de muito trabalho e ressaltou que a transição na área de gestão do Colégio acontecerá de forma tranquila e serena, com continuidade dos processos.

 

 

A cerimônia foi finalizada com um momento marcado pela emoção: o InaciArtes, grupo artístico do Colégio, rendeu uma homenagem especial ao Pe. José Robson Sousa Silva, SJ.

 

Natal de solidariedade e cuidado com o próximo

Na terça-feira (07), a chegada do Papai Noel ao Colégio reuniu as crianças e os estudantes da Unidade I em mais um momento de solidariedade. As famílias foram convidadas a providenciarem presentes (devidamente embrulhados e identificados) para os jovens doarem ao Bom Velhinho.

 

 

Os presentes serão destinados a instituições apadrinhadas pelo Colégio. O objetivo da festa foi celebrar o grande aniversariante da data, que é Jesus Cristo, e seus ensinamentos de amor ao próximo e de cuidado com o outro.

 

Confraternização e despedida da 3ª série do Ensino Médio

Os(as) estudantes da 3ª série do Ensino Médio estão dando adeus ao ano de 2021 e, também, ao Colégio dos Jesuítas, já que estão no último estágio da Educação Básica.

 

 

Para celebrar este momento, a semana especial contou, ainda, com atividades especialmente planejadas para as turmas do chamado “Terceirão”. Entre os dias 7 e 10 de dezembro, os(as) jovens realizaram atividades recreativas especiais, com brincadeiras e dinâmicas esportivas na piscina e nas quadras. Além disso, na manhã de sexta-feira (10) aconteceu a tradicional despedida da 3ª série/EM, com muita música, batuque e confetes para celebrar o fim de uma etapa fundamental, a da formação escolar e humanística do Colégio dos Jesuítas.

 

 

 

Antigos estudantes e Colégio dos Jesuítas se unem em doação de cobertores para Fundação Maria Mãe

 

Antigos estudantes e o Colégio dos Jesuítas doaram cobertores para a Fundação Maria Mãe, em Juiz de Fora. A instituição, fundada em 1983 por pessoas ligadas ao movimento da Renovação Carismática Católica, atua na assistência a adultos em vulnerabilidade social da cidade e é mantenedora da Obra dos Pequeninos de Jesus.  A entrega das doações aconteceu nesta sexta-feira (02).

 

A iniciativa partiu de um grupo de 51 antigos estudantes da turma 2020 da 3ª Série do Ensino Médio. A parceria com o Colégio resultou na compra de 33 cobertores de casal que serão destinados a pessoas em vulnerabilidade social, neste momento em que a cidade vive um inverno rigoroso.

 

A ação demonstra o caráter integral da educação no Colégio dos Jesuítas e em toda a Rede Jesuíta de Educação (RJE): além da excelência acadêmica, outros valores são estimulados, com o objetivo de formar homens e mulheres conscientes, competentes e comprometidos na compaixão.

 

O olhar atento e compassivo em relação ao outro também é ressaltado pela Companhia de Jesus, em suas Preferências Apostólicas Universais. A segunda preferência aponta a necessidade de, nos passos de Jesus, “caminhar com os pobres, os descartados pelo mundo, os vulnerados em sua dignidade, numa missão de reconciliação e justiça”.

 

 A Fundação Maria Mãe

 

A instituição atua no amparo e na recuperação de adultos vulneráveis socialmente, com trabalhos como alimentação, atendimento dentário, higiene pessoal, e acompanhamento psicológico e de assistência social. Para mais informações, acesse o site da entidade.

 

A Fundação Maria Mãe fica localizada à Rua Trinta e Um de Maio, 56 – Bairro Ladeira.

Cuidado com o próximo: Colégio dos Jesuítas entrega cestas básicas para a campanha “Juiz de Fora Solidária“

 

O Colégio dos Jesuítas realizou a entrega, nesta segunda-feira (19), de cestas básicas para a campanha “Juiz de Fora Solidária”, promovida pela Prefeitura, e na qual a instituição é um dos pontos de arrecadação. O número de doações (65) foi escolhido em referência ao aniversário de 65 anos do Colégio. Desse modo, a iniciativa teve o objetivo de contribuir com 65 famílias do município.

 

Durante a entrega dos donativos, o Diretor Acadêmico do Colégio, Pe. José Robson Silva Sousa, SJ, lembrou que o cuidado com o próximo é uma preocupação permanente da Companhia de Jesus, acentuada nesse tempo de pandemia.

 

“Vir ao encontro daquilo que a Prefeitura mobiliza, nos ajuda muito mais no caráter efetivo da solidariedade, uma vez que soma aquilo que a gente faz, na mobilização com os nossos estudantes e as suas famílias, com aquilo que a Prefeitura e seus parceiros fazem bem, que é a mobilização da logística de distribuição e de atendimento às pessoas mais vulneráveis”, afirmou.

 

Na avaliação do jesuíta, o sentimento para as famílias que precisam de ajuda é de prece atendida. E para a instituição, de missão cumprida. “No sentido de estarmos aqui para servir, ajudar e cuidar daqueles mais vulneráveis. É de saber que a gente está fazendo aquilo que Cristo nos seus Evangelhos pede: olhe os pequenos, mais frágeis, os pobres, os marginalizados. Missão cumprida naquilo que é a alteridade, a solidariedade”, partilhou.

 

Segundo o Secretário de Direitos Humanos de Juiz de Fora, Biel Rocha, várias instituições da cidade uniram-se em torno da causa. “E o Colégio dos Jesuítas foi uma das primeiras instituições de ensino que se mobilizou junto à gente. Isso nos deixou com uma satisfação muito grande de ver o empenho, não só do corpo técnico, dos professores, mas a gente tem visto nas redes, comentários dos pais, dos alunos, nesse empenho de somar nesse momento muito importante de solidariedade a quem tem fome”, relatou.

 

Ponto de arrecadação

 

Até 30 de abril, a portaria da instituição (Avenida Presidente Itamar Franco, 1.600) será um dos pontos de arrecadação de alimentos não perecíveis e de cestas básicas. Os doadores poderão entregar os donativos de segunda a sexta-feira (das 7h às 18h), e aos sábados (das 7h às 13h), a pé ou de automóvel.